O Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Velho viu reconhecida, no dia 24 de março, a qualidade do Ensino Profissional que oferece todos os anos a um vasto número de formandos.

A auditoria teve lugar no passado dia 8 de fevereiro e foi o culminar de um processo que teve origem na recomendação do Parlamento Europeu e do Conselho Europeu que instituiu o EQAVET (Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para a Educação e Formação Profissional).


Este quadro de referência que assenta numa forte articulação entre os diferentes intervenientes e no planeamento, implementação, monitorização e revisão com vista à melhoria contínua da eficiência da oferta, decorre neste Agrupamento de Escolas desde 2019 e acabou por envolver toda a comunidade educativa e os parceiros externos, desde entidades empregadoras, parceiros sociais e entidades de acolhimento de estágios que decorrem ao longo dos três anos de formação dos alunos.


“Com o objetivo de ajudar os operadores de Ensino e Formação Profissional a promover e monitorizar a melhoria contínua dos seus sistemas, com base em referências europeias comuns, todo o processo de alinhamento com o EQAVET acabou por se configurar como uma oportunidade para uma maior aproximação entre a escola e os parceiros que com ela colaboram na formação e no ensino profissional aqui ministrado”, salienta Ana Tereza Redondo, coordenadora da equipa que liderou todo o processo de candidatura.


Este Selo de Garantia de Qualidade atribuído pela ANQEP (Agência Nacional para a Qualificação e Ensino Profissional), por um período de três anos, vem reforçar o compromisso dos vários agentes envolvidos em continuar a trabalhar para garantir uma formação de qualidade aos alunos, encarregados de educação e restantes parceiros que, aliás, muito contribuíram já para este reconhecimento.

O Diretor do Agrupamento, António Esteves Joaquim, congratula-se com o reconhecimento do trabalho efetuado e acredita que esta certificação irá contribuir para manter um elevado grau de atenção dado a cada aluno.